Hex - Logo

Soluções em gestão
para empresas públicas com ênfase no atendimento

CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES

Notícias

A amamentação e a sua importância nutricional

14 de Agosto de 2019

Por Luíse Nogueira
Nutricionista
Clinipampa

Entre os primeiros passos para a boa nutrição do bebê estão a alimentação na amamentação e a saúde da mãe. Logo, é preciso ter em vista que a produção de leite exige maior ingestão de líquidos e uma alimentação adequada.

Aleitamento materno

O aleitamento materno pode reduzir em 13% a mortalidade até os cinco anos, evitando diarreias, infecções respiratórias, diminuindo o risco de alergias, diabetes, colesterol alto e hipertensão, levando a uma melhor nutrição e reduzindo a chance de obesidade. Além de contribuir para o desenvolvimento da cavidade bucal do pequeno e promover o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê.

O ideal é que a amamentação aconteça até os dois anos ou mais e exclusivamente até o 6º mês do bebê.

O primeiro passo eficaz para conquistar uma alimentação adequada durante a amamentação é a variedade. Incluindo pães, cereais, frutas, legumes, verduras, derivados do leite, ovo, fontes de proteína . Além de cálcio, ferro e vitamina C que devem fazer parte do cardápio.

A alimentação balanceada, com uma variedade de alimentos consumidos pela mãe, influenciará na diversidade de sabores do leite, o que irá contribuir para a formação do paladar do baby.

Algumas opções de lanches rápidos e nutritivos são as frutas frescas, sanduíches naturais e iogurtes. Sem esquecer, é claro, de ingerir muita água ou, no mínimo, oito copos diários de água entre os intervalos das refeições.

O café e o refrigerante devem ser evitados em grandes quantidades e as bebidas alcoólicas vetadas. Caso a mãe beba bebida alcoólica, ela deve ordenhar antes o leite para oferecer ao bebê pelas próximas 12 horas, dependendo da quantidade de álcool ingerida.

Para além de um cardápio diversificado e rico nutricionalmente, é de extrema importância que a mulher que amamenta se alimente regularmente, sem períodos grandes de jejum.

Para saber se algum alimento deve ficar de fora da sua alimentação, a mãe deve consultar um nutricionista, que irá avaliar as especificidades do seu caso.

Galeria de Imagens


Outros posts recentes

  • 15 de Junho de 2021

    3 HÁBITOS QUE PREJUDICAM SUA POSTURA

    Saiba mais >
  • 18 de Maio de 2021

    COMO FUNCIONA A DOAÇÃO DE ELEITE HUMANO PARA AMAMENTAÇÃO

    Saiba mais >
  • 15 de Março de 2021

    A IMPORTÂNCIA DAS VACINAS NA SAÚDE DAS MULHERES

    Saiba mais >
  • 10 de Fevereiro de 2021

    CHECK-UP NA TERCEIRA IDADE: OS EXAMES ESSENCIAIS PARA CUIDAR DA SAÚDE

    Saiba mais >