Hex - Logo

Soluções em gestão
para empresas públicas com ênfase no atendimento

CONHEÇA NOSSAS SOLUÇÕES

Notícias

A IMPORTÂNCIA DAS VACINAS NA SAÚDE DAS MULHERES

15 de Março de 2021

Por Leonardo Souza Fernandes - Ginecologista
CRM 23310

Sim a vacinação é intimamente ligada com a preservação da saúde das mulheres e você vai entender por que ela pode salvar vidas através de um cuidado que nem sempre é dado o valor, a prevenção.

A imunização sem dúvidas é uma das ferramentas mais eficientes para o controle de doenças, ainda mais em grandes populações e isso ganha mais importância com o ressurgimento de doenças já controladas, assim como o surgimento de novas, como no caso do Coronavirus e suas variações.

Mas em se tratando de saúde feminina, de acordo com o calendário nacional da saúde, toda mulher ao longo de sua vida receberá ao mínimo 9 diferentes vacinas, distribuídas para aplicação conforme faixa etária.

Confira as 9 vacinas que toda mulher deve fazer:
HPV: Essa vacina está diretamente ligada a saúde da mulher, já que sua função é a prevenção do papiloma vírus humano, que causa cânceres e verrugas genitais. Esta vacina é aplicada em meninas de 9 a 14 anos.

MENINGOCÓCIA C: Aplicada também entre 9 a 14 anos, essa vacina previne doenças causadas pelo meningococo C (incluindo meningite e meningococcemia).

HEPATITE B: Feita em três doses, essa vacina é a forma mais eficiente na prevenção da Hepatite B, considerada uma doença sexualmente transmissível e preservando assim a saúde da mulher e também de uma futura mãe e seu bebê.

FEBRE AMARELA: Em dose única, sua aplicação garante imunidade para o resto da vida contra a Febre Amarela, doença que é transmitida por mosquitos.

TRIPLICE VIRAL: Esta vacina, assim como seu nome remete, imuniza contra diversas doenças, estas que são o sarampo, a caxumba e a rubéola. Em mulheres de 20 a 29 anos são aplicadas 2 doses e para as 30 a 49 apenas 1 dose.

DUPLA ADULTO (DT): Sua aplicação previne a difteria e tétano. Esta necessita de doses de reforço a cada 10 anos.

PNEUMOCÓCICA 23 VALENTE: Indicada para grupos alvo específicos, ela age contra a pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo e é feita em apenas 1 dose.

TRÍPLICE BACTERIANA ACELULAR DO TIPO ADULTO (DTPA): Usada contra a difteria, tétano e a coqueluche, com 1 dose a cada gestação, recomendada entre a 27ª e a 36ª semanas.

VACINA CONTRA GRIPE (INFLUENZA): Previne gripes e complicações provenientes dela e é recomendada para toda gestante e mulher após o parto. Inclusive, essa vacina está inclusa para gestantes nas campanhas anuais de vacinação.

Agora que você compreende a importância imunização na saúde da mulher, é hora de checar a sua carteira de vacinação e conferir se está com todas estas vacinas mencionadas em dia. Lembrando que algumas delas são disponibilizadas pela rede pública para grupos específicos.

Tendo alguma dúvida, conte conosco para te ajudar.

Galeria de Imagens


Outros posts recentes

  • 15 de Junho de 2021

    3 HÁBITOS QUE PREJUDICAM SUA POSTURA

    Saiba mais >
  • 18 de Maio de 2021

    COMO FUNCIONA A DOAÇÃO DE ELEITE HUMANO PARA AMAMENTAÇÃO

    Saiba mais >
  • 10 de Fevereiro de 2021

    CHECK-UP NA TERCEIRA IDADE: OS EXAMES ESSENCIAIS PARA CUIDAR DA SAÚDE

    Saiba mais >
  • 15 de Janeiro de 2021

    DICAS DE ALIMENTAÇÃO PARA O VERÃO

    Saiba mais >